• Plantão Recôncavo News

    quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

    Prefeito de cidade do recôncavo visita escola e se depara com uma situação de abandono e desrespeito ao dinheiro público

    O atual prefeito de Dom Macedo Costa, Egnaldo Piton “Guito da Saúde”, visitou na última segunda-feira (20/02/2017) o antigo Colégio Estadual Dom Macedo Costa e se deparou com um cenário de total abandono. Desde que assumiu a prefeitura “Guito” vem enfrentando tarefas difíceis deixada pela gestão anterior. 
    Uma delas é a atual situação que se encontra o antigo Colégio Estadual Dom Macedo Costa, que foi municipalizado no final de 2012, através do empenho da equipe do ex Prefeito Sr. Edvaldo Oliveira, com o objetivo de transformá-la em um núcleo da juventude, com cursos profissionalizantes, música, informática, jogos, dente outros, além de acomodar algumas secretarias municipais.
    Em entrevista à Rádio Andaiá FM, Guito comentou sobre a situação atual, projetos e obras que tem para o município, na companhia do Vereador Jailton e o Secretário de Transportes Jocivan e explicou que encontrou a prefeitura com muitas dificuldades nesses 50 dias de governo. “Programas de computadores excluídos com dados importantes, cheques sem previsão de fundo, o município não está realizando pagamento em cheque por causa dessa questão, além de veículos em situações precárias, prédios fechados que serviam como escolas, prefeitura com muitos prédios alugados, inclusive o da própria prefeitura”, disse.
    De acordo com ele, até o momento a gestão passada não entregou relatórios necessários para o fechamento do mês de janeiro. Ele destacou também que iniciou as aulas dia 13 só para não prejudicar os alunos. “A prefeitura conseguiu fechar a folha de pagamento, 1/3 de férias dos funcionários e piso dos professores”, explicou. Guito informa que em dezembro foram gastos R$ 43 mil de combustível, em janeiro foi reduzido para R$ 14 mil. “Certo de que não colocamos a frota toda nas ruas porque não tinha começado as aulas. Outra questão era o aluguel de impressoras e manutenção de sistema que chegava a R$ 12 mil, esse gasto foi reduzido devido à compra de sete impressoras e contrato de R$ 3.800 para manutenção de sistemas e impressoras”, disse.
    O Prefeito Guito da Saúde, ao se deparar com essa triste cena se surpreendeu com o estado de abandono e desrespeito ao prédio que marcou a história de centenas de alunos onde ali estudou. Em sua rede social, o prefeito mostrou a realidade em que se encontra o prédio, onde recebeu o apoio da população e da sua equipe, onde irá executar em breve um projeto que beneficie o município, reduzindo os gastos com aluguéis e ao mesmo tempo trazer mais empreendimentos para beneficiar os moradores. A população mostrou-se acreditada com a nova gestão que provou que pode sim reduzir gastos e fazer muito mais. Fonte: Blog do Valente/Trazendo a Massa.