Plantão Policial

Mesmo com medida protetiva, mulher é assassinada a tiros pelo ex-marido na frente dos filhos; Vídeo

Uma mulher de 29 anos foi morta a tiros pelo ex-marido na frente dos dois filhos, na entrada da escola das crianças, no início da tarde desta segunda-feira, 31, em Curitiba, no Paraná. Suelen Helena Rodrigues já tinha medida protetiva contra o suspeito, que é advogado criminalista e ex-policial civil. Ele está foragido.

De acordo com a RPC, afiliada da TV Globo, o caso ocorreu por volta das 12h40, na calçada de uma escola municipal localizada no bairro Uberaba. Seria a primeira vez que os filhos de Suelen, um menino de 10 anos e uma menina de 8, iriam à aula naquela unidade escolar, já que eles tinham se mudado de Prudentópolis para a capital paranaense.

Nas imagens exibidas pela emissora, é possível ver o carro branco que Jamino Quedaros de Aquino havia estacionado em frente ao colégio. Às 12h39, a mãe chega com as duas crianças, caminhando. Nesse momento, o homem sai do carro e vai em direção a eles.

Uma discussão se inicia e dura cerca de 40 segundos, até que ele saca a arma e dispara contra a mulher. Pessoas que estavam no local tentaram socorrê-la, mas ela morreu na hora. O suspeito entra novamente no veículo e foge.

“Infelizmente, a dona Suelen estava já algum tempo com medidas protetivas em desfavor a seu ex-companheiro, que inclusive, teve a prisão preventiva decretada em razão do descumprimento. Ele era um ex-marido que não se conformava com a separação e vivia ameaçando a ex-companheira”, afirmou o delegado Thiago Nóbrega à TV.

A vítima foi morta com pelo menos cinco tiros, e a arma usada no crime já está com a polícia. "Por ser ex-policial, a gente tem que identificar se ele tinha ou não o porte, e isso a gente ainda não tem a confirmação, mas ainda estamos à procura do veículo e não temos informações do paradeiro do suspeito”, relatou o delegado.