Plantão Policial

VÍDEO: Jovem de 19 anos fingia ser moradora para roubar prédio; assista momento da prisão


Jovens, bem vestidos e brancos. Uma combinação que não costuma despertar suspeita no Brasil, e que abriu portarias de prédios, em oito estados, a uma quadrilha especializada em furtos a residências.

Os bandidos invadiam condomínios de luxo. Depois de arrombar os apartamentos, levavam, principalmente, joias e dinheiro. O Fantástico revela como a prisão de uma integrante do grupo, de 19 anos, revelou detalhes do esquema.

Na semana passada, a Polícia Civil prendeu a paraguaia Tamara Romina Dimas, em Vitória, Espírito Santo. As imagens do circuito interno do prédio mostram como a criminosa, de 19 anos, conseguiu entrar no condomínio.

Ela chega por volta do meio dia se passando por uma moradora, e não é parada pelo porteiro. Duas horas depois, um homem entra no prédio.

Tamara desce para se encontrar com ele. Os dois sobem de elevador, conversando. O prédio não tem câmeras de segurança nos corredores, mas segundo a polícia a dupla arrombou um dos apartamentos. No imóvel estavam três idosos, entre eles, uma senhora de 97 anos.

“Sensação de revolta né? Ela o tempo inteiro falando pra ficar calada que eles matam mesmo. Mas a violência física foi ele que fez. Tiveram que torturar do jeito que foi, quebrando o dedo, amassando o dedo até quebrar”, diz um parente da vítima.

Trinta minutos depois, a dupla tenta deixar o prédio. Na bolsa, joias e dinheiro em espécie. Ao ouvir gritos de moradores, o porteiro desconfiou da situação e impediu a saída. O homem conseguiu fugir com os itens roubados, mas Tamara foi presa pela polícia.

“O que a gente tem percebido é que realmente eles conseguem entrar dessa forma nos condomínios, mesmo naqueles que têm, que investem bastante em segurança se aproveitando de um erro ou de uma falha humana do funcionário ali que tem o poder de liberar o acesso a entrada nesses edifícios”, diz o delegado de segurança patrimonial da Polícia Civil, Gianno Pizzani Trindade. Com informações do G1.