Plantão Policial

Governo repassa R$ 7,5 milhões destinados a testes de Covid-19 para programa de Michelle


O governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) desviou R$ 7,5 milhões doados pelo frigorífico Marfrig para a compra de testes rápidos de detecção do coronavírus, para o programa Pátria Voluntária, chefiado pela primeira-dama Michelle Bolsonaro. As informações são do jornal Folha de São Paulo.

De acordo com a publicação, no dia 23 de março a empresa anunciou que doaria o valor para o Ministério da Saúde para a compra de 100 mil exames. Em 20 de maio a Casa Civil informou ao jornal que o dinheiro seria usado “com fim específico de aquisição e aplicação de testes de Covid-19”.

Porém, no dia 1º de julho, o governo consultou a possibilidade de utilizar a verba não mais nos testes, mas em outras ações de combate à pandemia. Os recursos foram então parar no projeto Arrecadação Solidária, vinculado ao Pátria, que repassou o dinheiro, sem concorrência, para instituições missionárias evangélicas aliadas da ministra Damares Alves (Mulher, Família e Direitos Humanos), para a compra e distribuição de cestas básicas.

Ainda segundo a Folha, os R$ 7,5 milhões da Marfrig representam quase 70% da arrecadação do programa até agora —R$ 10, 9 milhões. A empresa disse que foi comunicada sobre a mudança na destinação dos valores e aceitou, afrimando que “a ação estava diretamente ligada à mitigação dos danos causados pela pandemia”.

Segundo a Casa Civil, o dinheiro foi usado para a compra e distribuição de cestas básicas a mais famílias vulneráveis à pandemia.