Plantão Policial

Entenda a relação entre a tradução juramentada e o mundo dos negócios

Saiba como esses assuntos aparentemente diferentes têm tudo a ver
O mundo dos negócios movimenta cifras bilionárias todos os dias, através de empresas de diferentes portes e segmentos localizadas ao redor do mundo, mas você sabia que as traduções juramentadas estão diretamente relacionadas com essa movimentação?

Esse tipo de tradução influencia diretamente no sucesso do mundo dos negócios, ao passo que a criação de novas relações comerciais faz com que a demanda pelas traduções aumente consideravelmente, ou seja, é uma relação ganha-ganha.

Vamos entender melhor como os dois assuntos estão interligados e, por consequência, impactam no mercado financeiro de maneira global.

Como as traduções juramentadas e os negócios se relacionam?

Através de uma interdependência. Um precisa do outro para que possa existir  crescer. Caso contrário, ambas áreas podem estar fadadas a se deparar com um crescimento bem menor do que poderiam apresentar.

As traduções juramentadas, também conhecidas como públicas, são serviços voltados à versão de documentos de um idioma para outro, com a diferença de que eeles mantêm a sua validade legal no idioma de destino.

Por exemplo, um estudante com ensino superior completo que tenha o interesse de fazer uma pós-graduação em outro país precisará recorrer a esse tipo de tradução para o seu diploma, de modo que a validade seja comprovada (neste caso, também pode ser preciso validá-lo no país em questão).

Em relação às empresas, um número cada vez maior se interessa pela globalização, que as possibilita atingir outros países com seus produtos ou serviços e, assim, expandir sua atuação para além das fronteiras geográficas.

Isso pode ser visto pelo grande número de empresas internacionais que atuam no Brasil, de fast foods a montadoras de automóveis, de fabricantes de smartphones a redes de supermercados.

Porém, por trás do que os consumidores finais enxergam, existe uma série de trâmites legais e burocráticos que precisam ser firmados para que tais atividades possam ser prestadas em outros países, e é aí que as áreas se encontram.

São muitos contratos, comprovantes, acordos e outros documentos com valor legal que devem ser utilizados em outros países, mas isso não pode ser feito em sua forma original, já que as diferenças linguísticas impossibilitam sua compreensão.

A tradução pública, realizada por um Tradutor Público e Intérprete Comercial (TPIC), profissional dotado de fé pública, permite que tais documentos sejam vertidos para outro idioma e mantenham sua validade legal, de modo que as relações realmente possam evoluir.

Logo, as empresas não podem desfrutar da globalização se seus documentos não tiverem passado pelo procedimento apropriado de tradução, ao passo que tais empresas que atuam no ramo linguístico encontram aí uma fonte de trabalho que está em franco crescimento.

A globalização é realmente importante?

Sem sombra de dúvidas. Além da presença de marcas, produtos e serviços em países diferentes da origem de uma empresa, hoje também nos deparamos com a globalização da informação, ou seja, o acesso de notícias, conteúdos e conhecimentos de qualquer lugar do mundo a apenas alguns cliques de distância.

Sob o viés econômico, a importância da globalização também é inegável. Um exemplo claro disso está nas informações levantadas pela pesquisa “Global 2000 2016”, elaborada pela Forbes.

De acordo com a lista, entre as 50 maiores empresas do mundo, apenas 15 não atuam no Brasil, indicativo bem claro de que fazer uma companhia se tornar global está diretamente relacionado com o seu sucesso no mercado.

É certo que a internacionalização de empresas é bem antiga: ela existe desde o século XVII, com a britânica “East India Company”, que foi fundada em 1601. Dois anos depois, em 1603, veio a “Dutch East India Company”, ou seja, a empresa passou a operar também na Holanda.

Porém, não há como negar que a tendência da globalização aumentou consideravelmente nos últimos anos, muito por conta da invenção da internet, tecnologia que possibilita que pessoas de todo o mundo se comuniquem e troquem informações.

Com conteúdos de outros países facilmente acessíveis em poucos minutos (hoje segundos), algo inimaginável antigamente, era de se esperar que as empresas tivessem um interesse ainda maior em se internacionalizar, já que também poderiam ser encontradas por pessoas de outros países.

Além disso, há que se ressaltar o potencial benefício econômico que existe no fato de abrir uma filial em outro país, o que fortalece a marca e permite que ela tenha mais um mercado para explorar.

Universo dos negócios e traduções juramentadas: áreas diretamente interligadas

É interessante ver empresas com sede em outro país que atuam no Brasil, bem como companhias nacionais que expandiram seus horizontes para outros países e continentes, mas nem sempre paramos para pensar no que está por trás disso.

Para que tais operações sejam possíveis, é preciso firmar contratos, fazer negociações e seguir a todas as exigências legais do país, de modo a evitar problemas fiscais, legais e financeiros a curto, médio e longo prazo.

De acordo com dados disponíveis no portal Statista, o mercado global de serviços de tradução foi avaliado em US$ 49,6 bilhões em 2019 e é estimado a atingir US$ 56,18 bilhões em 2021, e é certo que uma boa parcela deste valor diz respeito às traduções juramentadas.

Se elas são importantes para pessoas físicas, como para comprovar estado civil, conclusão de ensino superior e currículo acadêmico, entre outras informações, quando se está fora do Brasil, quanto mais para as pessoas jurídicas, cujos trâmites legais aparecem em número ainda maior.

Todos têm a ganhar com a globalização, dos clientes às empresas, o que impacta diretamente na economia dos países envolvidos e também na qualidade de vida das pessoas, e felizmente podemos viver em uma época em que essa tendência está tão em evidência.

A partir de hoje, quando você se deparar com uma empresa internacional, seja ela de pequeno, médio ou grande porte, será quase que imediato pensar que a tradução juramentada esteve presente entre os trâmites legais para que ela pudesse se estabelecer. Um brinde aos tradutores públicos!