Plantão Policial

Natulab inaugura fábrica em Santo Antônio de Jesus com investimento de R$ 12 milhões

A Natulab inaugura mais uma unidade nesta terça-feira (16) em Santo Antônio de Jesus. Com a presença do prefeito Rogério Andrade; presidente da Câmara de Vereadores Antônio Nogueira; vice-governador João Leão, demais autoridades, entidades e colaboradores, a Natulab inaugura a fábrica de suplementos alimentares. 

A nova planta tem área total de 20 mil m² e será responsável pela produção de suplementos alimentares da marca.

O projeto conta com um investimento de R$ 12 milhões, que engloba a construção de 8 mil m², desenvolvimento tecnológico no processo produtivo e adequação da nova fábrica às boas práticas de fabricação (BPF). 

A operação terá início com 125 colaboradores e produção mensal de 2 milhões de unidades de alimentos, volume 50% maior que o atual. A expectativa, no entanto, é de que a fábrica atinja 100% de sua capacidade até 2020, com cerca de 200 colaboradores e produção de 7 milhões de unidades. 

Entre os produtos do novo parque fabril estão as linhas Vitaz e Matherlly, além de Lactulife Ameixa, Colágeno Hidrolisado, Natucler, Calciovital D3, Deviter Solução Oral Limão, Calciovital Kids, Vitamina D, Osteofix D3 K2, Lactprev 10000 e Articuli C. 

“Hoje é um dia especial para nós pois estamos inaugurando em Santo Antônio de Jesus, um novo capítulo da história da Natulab. Juntos temos escrito uma história muito linda para esta empresa. Em 2019 passamos a ser a 10ª maior empresa do mercado farmacêutico brasileiro entre cerca de 300 empresas. 

Esses resultados são frutos do trabalho realizado por mais de mil colaboradores em Santo Antônio de Jesus e que atuam com o mesmo sonho de fazer esta empresa grande e conhecida nacionalmente”, disse Wilson Borges, CEO da Natulab. 

Prestigiando o evento, o vice-governador João Leão parabeniza o sucesso da empresa e expressa a satisfação em colaborar para a geração de empregos no município, “Nós do governo da Bahia nos sentimos felizes em apoiar a Natulab com objetivo de ajudar o município a gerar mais renda, mais empregos. A participação do governo é na base de incentivos fiscais”, pontuou.