Plantão Policial

Criminosos anunciam assalto e ateiam fogo em carro de jornalista da TV Bahia

Criminosos atearam fogo no carro que o jornalista da TV Bahia, afiliada da rede Globo, Jony Torres, estava após anunciarem assalto, na localidade da Gameleira, em Acajutiba. A vítima conseguiu escapar do veículo que foi destruído pelas chamas. 

Durante o depoimento, realizado na Delegacia de Esplanada, Jony informou que os homens queriam seu celular, no entanto, o aparelho teria ficado na residência do jornalista. Após a abordagem, os criminosos atearam fogo no veículo com a vítima dentro, mas ele conseguiu escapar. 

O jornalista contou que o crime foi cometido por dois homens que estavam em uma moto, sendo que um deles aparentava ser adolescente, e pareciam estarem embriagados e drogados. Segundo o Correio, Jony afirmou que chegou a ser reconhecido, mas foi confundido com um policial.

Jony contou que falou para os suspeitos que eles estavam se confundindo e que era jornalista: "Eu dizia pra ele: velho, eu sou jornalista, não sou polícia. Tenho dois filhos para criar. Um deles ainda disse: 'eu também não tive pai para me criar'".

Quando estava voltando, precisou diminuir a velocidade por conta de uma linha férrea que tem na região e foi nesse momento que o jornalista foi abordado pelos assaltantes.

O jornalista ainda contou que foi abordado pelos suspeitos quando diminuiu a velocidade por conta de uma linha férrea. Os dois entraram no carro e com uma arma apontada para a cabeça de Jony e mandaram ele dirigir até uma plantação de eucalipto. Chegando o local, ele foi deitado no chão e começaram a pedir o celular.

"Nem me dei conta de que tinha esquecido na fazenda e disse que devia estar caído no chão do carro, como não acharam, decidiram me matar. Me botaram no porta-malas do carro e disseram: 'vou lhe matar p****´".

Ao perceber que os bandidos já tinham ido embora, ele conseguiu sair do carro e se escondeu no mato, depois começou a correr. O crime está sendo investigado pela Polícia. Com informações do BNews.