• Plantão Recôncavo News

    quarta-feira, 22 de março de 2017

    Jovem nega boatos espalhados em grupos do Whatsapp sobre sua morte em Santo Antônio de Jesus

    As Redes Sociais tem sido uma grande ferramenta de divulgação de notícias falsas. Várias pessoas foram vítimas de falsas mortes, assaltos, sequestro, entre outras situações graves pelas Redes Sociais e que tem causado sérias consequências. Foi justamente o que aconteceu com a jovem Alane Sampaio, 23 anos de Santo Antônio de Jesus.
    Na noite de terça-feira, 21, circulava pelo Whatsapp fotos de uma mulher morta a tiros e os dados da jovem Alane. Em contato com o repórter Tino Alves, a vítima do boato disse que recebeu diversas ligações de amigos preocupados com a suposta morte. “Muitos amigos meus estavam ligando chorando querendo saber se era verdade. Eu estava deitada quando minha irmã chegou me mostrando a falsa notícia. Se eu não estivesse em casa, minha irmã e meu pai estariam no hospital.
    Vou dar queixa para saber quem fez, parece que quem fez isso não tem família”, relatou. A irmã da jovem, Crislane falou que ficou espantada com a informação divulgada e foi conferir se realmente Alane estava no quarto. “Eu sabia que ela estava lá, mas o susto foi tanto que precisei confirmar. Acho que uma pessoa dessa não tem família, não tem amigos para saber realmente o que passamos ontem a noite”, pontuou. Fonte: Blog do Valente.