Plantão Policial

Veja se você está incluso no grupo que podem sacar até R$ 6.000 no FGTS

Moradores de cidades em situação de estado de calamidade pública ou emergência podem fazer o saque de cerca de R$ 6 mil do FGTS. São 23 cidades brasileiras nessa situação, afetadas por temporais e chuvas fortes.

Para fazer o saque, é necessário ter saque disponível, até o limite estipulado, e não ter sacado outro valor do Fundo de Garantia pelo mesmo motivo nos últimos 12 meses.

Situações como enchentes, enxurradas, alagamentos, inundações por invasão do mar, precipitações de granizos, vendavais ou tempestades, ciclones, furacões ou ciclones, tornados e trombas d’água e desastres por conta de colapsos de barragens se enquadram na lista.

Quais as cidades e como solicitar o saque de até R$ 6 mil do FGTS?

A possibilidade de saque de até R$ 6,2 mil só fica disponível para as cidades que decretaram o estado de calamidade pública ou situação de emergência. Se o trabalhador estiver em uma cidade que passou inundações e outros problemas de ordem natural, mas sem o decreto, ele não tem direito ao saque.

Atualmente, são 23 cidades brasileiras dentro das regras:

Paraúna (GO): até 14/03

Muriaé (MG): até 08/02

Poço Fundo (MG): até 26/02

Ivaiporã (PR): até 14/02

Verê (PR): até 25/01

São José dos Pinhais (PR): até 26/03

Carapebus (RJ): até 19/03

Gravataí (RS): até 23/01

Águas Mornas (SC): até 14/03

Anitápolis (SC): até 09/03

Antônio Carlos (SC): até 07/03

Armazém (SC): até 14/03

Brusque (SC): até 14/03

Canelinha (SC): até 14/03

Florianópolis (SC): até 15/03

Palhoça (SC): até 05/03

Rancho Queimado (SC): até 15/03

Santo Amaro da Imperatriz (SC): até 07/03

São João Batista (SC): até 07/03

São Martinho (SC): até 19/03

São Pedro de Alcântara (SC): até 15/03

Tijucas (SC): até 05/03

São Pedro de Alcântara (SC): até 15/03

O pedido pode ser feito diretamente no aplicativo do FGTS (Android e iOS), na seção “Meus Saques” e opção “Outras situações de saques”, seguida de “Calamidade Pública”. É necessário apontar o município de residência e a documentação pessoal para concluir o processo.

Outra forma de fazer a solicitação é indo diretamente em uma agência da Caixa Econômica Federal.