Plantão Policial

Cantor sertanejo é morto com cerca de 20 tiros na frente da noiva e enteado

O cantor sertanejo Igor Moreira, 29 anos, foi abordado por três homens que estavam em um carro na noite de quarta-feira (4), quando chegava na casa da sogra, no bairro Colônia Santo Antônio, em Manaus, no Amazonas.

Os homens desceram de um veículo branco e seguiram o artista até à residência. Já dentro do imóvel, os suspeitos exigiram que o cantor entregasse uma bolsa e uma arma, objetos que ele disse desconhecer. Em seguida, Igor foi assassinado com pelo menos 20 tiros na frente da noiva e do enteado.

A Polícia Civil do Amazonas diz que trabalha com algumas linhas de investigações, algumas mais contundentes que outras, mas que nenhuma delas pode ser repassada para imprensa para que a apuração do homicídio não seja comprometida. A Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) está cuidando do caso.

Informações extraoficiais, no entanto, dão conta de que o cantor sertanejo devia a uma agiota e que, por isso, foi morto a tiros. Foi levantada também a possibilidade dele ter envolvimento com o mundo do crime. As especulações foram rebatidas pela noiva do artista em seu perfil no Facebook.

"Neste momento tô sem chão, sem conseguir dormir, sem conseguir pensar ou acreditar que isso tá mesmo acontecendo. Tenho acesso às contas de redes sociais dele e vou bloquear só pra não ter mais postagens marcando ele. Isso dói muito pra gente, espero que entendam. Meu Deus, está doendo tanto, tanto que, às vezes, não consigo nem respirar [...] Ele não devia agiota como estão falando, não mexia com tráfico e nem algo parecido, Deus vai mostrar toda a verdade", escreveu a mulher.