Plantão Policial

Urgente: homem confessa ter estrangulado menina de 12 anos achada morta;Vídeo

Suspeito, de 31 anos, colocou Luana, de 12, em seu carro, e confessou ter estrangulado a criança até a morte. Depois, ele a enterrou em casa

Um homem identificado como Reidimar Silva Santos, de 31 anos, foi preso temporariamente por suspeita de ter assassinado Luana Marcelo, de 12 anos, desaparecida ao sair para comprar pão no bairro Madre Germana II, em Goiânia (GO). Ele teria estrangulado a menina até a morte.

O corpo foi encontrado na manhã desta terça-feira (29/11), enterrado na casa de Reidimar, sob terra e entulhos. Ele indicou o local quando a Polícia Civil do estado foi até a residência para cumprir um mandado de prisão temporária.

Luana estava desaparecida desde o último domingo (27/11). A adolescente saiu de casa, onde morava com os pais, para ir até a padaria de um mercado, a cerca de 400 metros de distância.

Reidimar disse que ofereceu carona para a adolescente, sob a alegação de que devia dinheiro para os pais dela e que ia pagar a dívida. No entanto, o homem levou a vítima para a casa dele, onde a estrangulou usando as mãos, segundo versão dele para a polícia, gravada em vídeo. A causa exata da morte deve ser confirmada em perícia.

Sem motivo

Ao ser questionado pela polícia, Reidimar não explicou o motivo de ter matado a adolescente. Ele negou que tenha violentado sexualmente a vítima, o que poderá ser verificado por meio de perícia e investigação. A delegada Caroline Borges, da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA), afirmou que o autor do crime teria tentado violentar a vítima, mas ela teria se debatido, e ele a matou.

O carro de Reidimar passou por perícia na segunda. Ele também foi ouvido pela polícia no mesmo dia. Os investigadores desconfiaram, porque o carro dele apareceu estacionado em uma imagem de câmera de monitoramento que registrou o trajeto da vítima até a padaria.