Plantão Policial

Servidor morre ao saltar de ponte de 10 metros de altura para evitar atropelamento; veja o vídeo

Antônio Reinaldo Luz da Silva, de 37 anos, estava voltando de uma ocorrência e parou na via para ajudar outro caminhoneiro que estava na via.

Um servidor da Perícia Forense do Ceará (Pefoce) morreu após pular de uma ponte de 10 metros profundidade para evitar ser atropelado por um caminhão na BR-222, na cidade de Coreaú, interior do Ceará, na noite deste domingo (16).

Conforme a Pefoce, Antônio Reinaldo Luz da Silva, de 37 anos, retornava de uma ocorrência em Viçosa do Ceará, município ao lado de Coreaú. 

Em Ubaúna, distrito de Coreaú, deparou-se com um caminhão parado no meio da via, no escuro.

Antônio Reinaldo parou o carro na intenção de ajudar o motorista do caminhão. 

Enquanto os funcionários da Perícia Forense tentavam sinalizar a via para alertar sobre o caminhão parado, um segundo caminhão surgiu e não conseguiu frear.

Para evitar o atropelamento, Antônio saltou de uma ponte às margens da rodovia e caiu em um local com pedras.

A vítima chegou a ser socorrida, mas não resistiu aos ferimentos. Um inquérito policial foi registrado pela Delegacia Municipal de Coreaú, que apura as circunstâncias do ocorrido.

A Perícia Forense lamentou a morte do servidor, que trabalhava como auxiliar. "A Pefoce presta condolências e dá todo o apoio e assistência para a família de Antônio Reinaldo".