Plantão Policial

Morre espanhol filmado em chamas ao tentar salvar vilarejo de incêndio; Vídeo

Ángel Martín, de 53 anos, tentava com seu trator criar uma barricada para que as chamas não chegassem a seu vilarejo, em Zamora. Imagem em que ele é 'engolido' pelo fogo foi uma das mais difundidas durante a onda de calor que atingiu a Europa em julho. Empresário estava internado havia três meses por conta das queimaduras.

O espanhol que protagonizou uma das principais imagens da onda de calor recorde que atingiu a Europa em julho morreu nesta terça-feira (25) por conta das queimaduras, segundo a imprensa espanhola.

O empresário Ángel Martín, de 53 anos, foi filmado em chamas durante um dos piores incêndios que tomaram diversos países da Europa, em 17 de julho (veja vídeo acima).

Ele tentava, com seu trator, retirar parte da vegetação para, assim, criar uma trincheira e uma barreira e evitar que as chamas chegassem até seu vilarejo, em Zamora, região muito seca no noroeste da Espanha .

Ao tentar proteger seus vizinhos, no entanto, Martín foi "engolido" pelas chamas. Ele conseguiu sair do incêndio e foi socorrido, mas teve queimaduras muito graves pelo corpo inteiro.

Desde então, o empresário espanhol estava internado em um hospital em Valladolid, onde tentava se recuperar. Nesta madrugada, no entanto, ele teve uma piora do quadro e morreu, segundo o jornal espanhol "El País".

Onda de calor na Europa

Associada às mudanças climáticas, a onda de calor sem precedentes que atingiu a Europa no meio do ano deixou mais de mil mortos - a maioria em Portugal e na Espanha - e queimou milhares de hectares de terra em todo o continente, alcançando até cidades como Londres.

Só na região de Zamora, os incêndios queimaram mais de 60.000 hectares.