Plantão Policial

Ingratidão? Saiba o que está por trás do fim da banda Harmonia do Samba


A notícia de que a banda Harmonia do Samba, considerada uma das principais referências do pagode baiano, tinha chegado ao fim, pegou muita gente de surpresa. Até mesmo os fãs foram surpreendidos com o anúncio feito pelo cantor Xanddy, que agora passa a usar o nome Xanddy Harmonia, em uma espécie de carreira solo.

Até aí, tudo tranquilo, se levarmos em consideração que mudança é semelhante à já adotada por outros artistas no cenário da música nacional e baiana. Um dos exemplos é o cantor Péricles, carinhosamente chamado de Pericão, que encerrou as atividades do grupo Exaltasamba. Na Bahia, mais precisamente no axé, Durval Lélys fez o mesmo com a histórica Asa de Águia.

Mas, será que foi tudo tranquilo mesmo? Em seu anúncio, Xanddy garantiu que na nova etapa contará com o apoio de Mestre Bimba, baixista e diretor musical, "assim como toda banda e equipe". No entanto, um dos nomes mais importantes da história do Harmonia ficou de fora da mudança.

Trata-se de Roque Cézar, que para alguns era apenas o bateirista do grupo. Porém, aos mais antenados, ele é muito mais que isso, é simplesmente o fundador da banda. Lá em 1993, na Rua da Glória, no bairro de São Caetano, em Salvador, foi Roque que reuniu o grupo de amigos após ganhar uma bateria da mãe, Dona Graça, e criou o Harmonia do Samba, tendo a sua matriarca como co-fundadora e principal investidora. Xanddy mesmo só chegou cinco anos depois.

Em contato com a reportagem do BNews Entretenimento, a assessoria de imprensa da banda, e agora de Xanddy, confirmou que Roque Cézar não segue no novo projeto, mas até o momento não deu maiores esclarecimentos. Caso tais informações sejam passadas, a matéria será atualizada.

Por outro lado, o que chegou ao conhecimento do BNews Entretenimento é que tanto Roque quanto Dona Graça foram praticamente retirados por Xanddy e Bimba. O motivo teria sido a falta de concordância entre o cantor e o bateirista em algumas decisões do grupo, e que inclusive motivou a "separação". Além disso, Roque teria 25% dos direitos da banda e agora fica sem nenhuma participação no novo projeto.

Inclusive, o clima já não é dos melhores há meses antes do anúncio. Roque estava "afastado" desde junho e não esteve em apresentações importantes da banda, como por exemplo, a participação no Altas Horas, da TV Globo, no mês passado.