Plantão Policial

ALERTA: Hábito que (quase) todos temos aumenta risco de morte prematura aponta estudo


Adormecer com a televisão ligada pode aumentar o risco de diabetes, obesidade, hipertensão e, como tal, de morte prematura. Esta é a principal conclusão de um novo estudo realizado por um grupo de investigadores da Escola de Medicina da Universidade Northwestern.

 Os cientistas analisaram o impacto da luz de presença na saúde e hábitos de sono de 552 pessoas entre os 63 e 84 anos. Dados do estudo revelam que aqueles que dormiam com luz tinham eram mais propensos a desenvolver diabetes, obesidade e hipertensão.

"As pessoas devem fazer o seu melhor para evitar ou minimizar a quantidade de luz a que estão expostas durante o sono", recomenda a principal autora do estudo, Phyllis Zee, em declarações à CNN.

Segundo o estudo, a resistência à insulina, normalmente associada à diabetes tipo 2, hipertensão e doença cardiovascular, era mais provável de ocorrer de manhã, depois das pessoas dormirem numa sala com pouca iluminação, como a que é emitida por uma televisão. 

Os investigadores revelam, ainda, que 17,8% dos participantes do estudo que dormiam com luz de presença à noite sofriam de diabetes, em comparação com apenas 9,8% que adormeciam com as luzes apagadas. Os participantes (40,7%) que dormiram com luz eram obesos, enquanto que pouco mais de um quarto dos participantes que dormiram na escuridão se encontravam nesta categoria (26,7%).