Plantão Policial

Santa Casa de Valença inaugura nova Clínica Cirúrgica


A Santa Casa de Valença vai entregar hoje (03), para a sociedade mais uma importante melhoria em suas instalações, inaugurando a nova Clínica Cirúrgica. A solenidade contará com autoridades locais, gestores da instituição e familiares de Dr. Antônio Agostinho Santana e Silva, que atuou na Santa Casa por 42 anos. Dr. Agostinho faleceu em 2020 e será homenageado pela Santa Casa, dando nome ao novo espaço.

A nova Clínica Cirúrgica foi estruturada na antiga Neonatologia da Santa Casa, que estava desativada há 2 anos. A reforma durou cerca de 6 meses e envolveu a reestruturação de toda a parte elétrica, hidráulica, pontos de gases e ar comprimido, climatização, pisos de alta resistência, novos mobiliários e humanização do espaço. Todo o projeto teve um investimento de R$ 130 mil, fruto de recursos próprios.

A nova estrutura vai promover um salto de 7 para 27 leitos cirúrgicos, ampliando a vocação cirúrgica da instituição com a retomada das cirurgias eletivas e aumento do número de procedimentos em diversas especialidades, com destaque para a ortopedia, para atendimento SUS. 

Homenagem

Dr. Agostinho, como era conhecido, trouxe ao mundo, em nossa Santa Casa, muitos valencianos. Ginecologista Obstetra, fez da medicina a sua vida e a exerceu com amor e dedicação. O diretor médico da Santa Casa, Dr. Ricardo Fonseca, lembra a forma como ele atuava: "Um colega que inspirava comprometimento e humanização com o paciente. A Santa Casa está realizando uma importante homenagem para um profissional que marcou seu nome em nossa história". Para o provedor Marcelo Cabral, apesar da perda precoce de Dr. Agostinho, seu legado continua sendo exemplo para todo o corpo clínico. "Um amigo, um profissional dedicado, um pai exemplar. Dr. Agostinho era dotado de qualidades que nos inspiram como ser humano e que se perpetuarão em nossa jornada de cuidar da saúde de Valença".

A enfermeira Santuzza Neri, viúva de Dr. Agostinho e também Supervisora da unidade que está sendo inaugurada, fala com emoção desta homenagem: "Falar de meu ex-companheiro é falar de amor, gratidão, família, integridade, solidariedade, humanidade, lealdade,

é falar de tudo  que um homem íntegro representa.

Agostinho viveu para a medicina, trabalhou nesta instituição por 42 anos e se realizava naquilo que ele fazia.

Neste momento, quero agradecer a instituição pela linda homenagem e pelo orgulho que sinto  em supervisionar uma unidade com o nome de um homem que sempre me fez sorrir."

Agostinho Júnior, um dos filhos de Dr. Agostinho, também falou sobre a homenagem prestada pela Santa Casa: "Meu pai era sinônimo de resiliência, fé em Deus e paixão. Tinha um amor incondicional à medicina e aos seus pacientes. Foi um pai super carinhoso, amável e dedicado aos seus filhos. Agradeço imensamente a diretoria da Santa Casa pela homenagem, no local em que ele passou grande parte de sua vida, trazendo vidas ao mundo e cuidando da saúde do povo de nossa cidade."

Texto: Vittória Marina Vasconcelos.