Plantão Policial

Saiba quem tem direito ao Auxílio Emergencial retroativo de até R$ 3 mil; veja como consultar, solicitar e sacar

No início de 2020, quando o Auxílio Emergencial foi criado, mães chefes de família monoparentais receberam parcelas de R$ 600 em dobro. Sendo assim, essas mulheres que cuidam dos filhos sozinhas tiveram direito a R$ 1.200 por mês de benefício.

Os pais solo que estava na mesma situação não puderam receber dobrado na época por conta de um veto do presidente Jair Bolsonaro. Mas o Congresso derrubou o impedimento, possibilitando que os valores retroativos fossem distribuídos na conta desses homens.

Cada um deles recebeu de R$ 600 até R$ 3 mil, de acordo com o mês em que foi aprovado no auxílio emergencial. Vale destacar que os retroativos são referentes apenas às cinco primeiras rodadas do programa.

Quem recebeu o auxílio retroativo?

Milhares pais de famílias monoparentais que tiveram os valores depositados nem mesmo sabem que a quantia está disponível. Para eliminar as dúvidas sobre o assunto, veja quem tem direito ao dinheiro atrasado e qual o valor do repasse:

Pai solo que recebeu as 5 parcelas pagas de abril a agosto de 2020: R$ 3 mil.

Pai solo que começou a receber em maio: R$ 2.400.

Pai solo que começou a receber em junho: R$ 1.800.

Pai solo que começou a receber em julho: R$ 1.200.

Pai solo que começou a receber em agosto: R$ 600.

Vale destacar que os pagamentos do auxílio atrasado são exclusivos para homens que cuidam de ao menos um filho menor de 18 anos, sem a ajuda de cônjuge ou companheira (o).

Consulta online

O dinheiro foi creditado na Poupança Social Digital dos ex-beneficiários e pode ser movimentado por meio do aplicativo Caixa Tem. Para descobrir se você tem direito o benefício retroativo, basta fazer uma consulta no portal da Dataprev: consultaauxilio.cidadania.gov.br/consulta.