Plantão Policial

Traficante com apelido "famoso" em Salvador morre após ação da Rondesp no Curuzu e policiamento é reforçado


O policiamento no bairro do Curuzu, em Salvador, está reforçado neste início de semana após a morte de um dos traficantes mais procurados da região. "Netinho Mata Rindo" foi baleado, no sábado (29/1). 

Segundo o subcomandante da Companhia Independente de Policiamento Tático (CIPT/Rondesp BTS), capitão Fabiano Edington, denúncias de moradores de que haviam homens armados circulando a região motivaram a presença da PM no bairro. Houve confronto e "Mata Rindo" acabou ferido. Ele foi socorrido, mas não resistiu.  

Houve ameaça de "toque de recolher", com fechamento de comércio no Curuzu, mas equipes da Rondesp BTS e 37ª Companhia Independente (CIPM/Liberdade) reforçaram o policiamento na região. A suspeita, segundo o oficial da PM, é que "Netinho" tinha envolvimento em várias mortes, informação que está sendo apurada pela Polícia Civil.  

É a segunda fez que um traficante com o apelido "Mata Rindo" é achado em Salvador. Há cinco anos, em 2015, Lucas Santos de Almeida, o "Lucas Mata Rindo", radicado no bairro de Cosme de Farias, era apontado como líder do Bonde do Maluco na região. Ele foi preso no Rio de Janeiro e, em 2017, fugiu do Complexo Penitenciário da Mata Escura. 

“Mata rindo”, tem passagem por tráfico de drogas, porte ilegal de arma, receptação de carro roubado e homicídios, é acusado de envolvimento na morte do rival Moises Monteiro Miranda, no dia 22 de julho de 2016, na Rua Alaketo, em Luis Anselmo. A polícia investiga a participação dele em outras mortes ocorridas na região de Cosme de Farias. Com informações do Aratuon.