Plantão Policial

Relatos de masturbação e toque: mais 5 mulheres vão à delegacia contra médico suspeito de abusos em Salvador


Em mais um dia de denúncias contra o médico Leonardo Palmeira, pelo menos cinco supostas vítimas foram à Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (DEAM) em Salvador para prestar depoimento e denunciar situações de supostas violações sexuais, atribuídas ao profissional que atuava no Centro Estadual de Oncologia (Cican).

Ao todo, nove vítimas já se manifestaram contra Leonardo Palmeira, que deverá prestar depoimento ainda nesta segunda-feira (31/1). No vídeo que você assiste abaixo, com exclusividade para a TV Aratu, uma das denunciantes contou que o toque do médico durante o exame foi uma espécie de masturbação. 

A situação foi denunciada pela primeira vez pela técnica de enfermagem Elisângela de Jesus, em reportagem veiculada pela TV Aratu no dia 20 de janeiro. Em seguida, outras mulheres denunciaram o mesmo médico. Ainda durante a cobertura da TV Aratu na DEAM, outra vítima, outra mulher, de 55 anos, que fazia tratamento contra HPV no Cican em 2020, relatou que sofreu abuso e que, a partir disso, precisou de tratamento psiquiátrico, teve problemas de alcoolismo e foi desacreditada por parte dos familiares. 

Atualmente, a senhora faz tratamento no Hospital Aristides Maltez, diagnosticada com um câncer nível dois e acredita que tenha tido sua condição de saúde negligenciada pelo suposto especialista. Com informações do Aratuon.