Plantão Policial

Filho de ex-PM do BOPE é executado por traficantes em Salvador; bandidos fizeram pergunta antes do crime


A Polícia Civil investiga a execução de um homem de 27 anos no bairro do Pau Miúdo, em Salvador. A vítima, Anderly Miranda Santos, foi surpreendida por vários tiros perto da casa onde morava, na Rua Dalmiro São Pedro - que fica na divisa com o IAPI -. A equipe de reportagem do Aratu On apurou que o rapaz é filho de um policial militar aposentado. 

O caso aconteceu no final da noite de domingo (20/2), por volta das 23h50. Policiais da 37ª Companhia Independente (CIPM/Liberdade) foram acionados e encontraram a vítima já sem vida.

Depoimentos prestados no Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) apontam que Anderly teve, há uma semana, uma discussão com um vizinho. A ligação entre os casos é analisada pelas autoridades. 

Quem mora na região prefere não se identificar, mas sustenta que o filho do policial foi chamado por traficantes da região conhecida como "Brongo". "Você é o filho do 'polícia', não é?", questionou um dos suspeitos antes de disparar contra ele. A polícia quer saber quantos bandidos participaram do homicídio. 

O corpo de Anderly foi levado para o Instituto Médico Legal de Salvador (IML) e enterrado nesta terça-feira (22/2) no Cemitério da Quinta dos Lázaros, na Baixa de Quintas.

Apuração da reportagem do Aratu On confirma que Anderly era filho de um policial militar, que já foi lotado no Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE). Ele, em 2018, chegou a ser homenageado pelo então comandante da unidade, o então tenente coronel Paulo Coutinho. Hoje, Coutinho é o comandante-geral da PM baiana.

Ainda segundo levantamento realizado pela reportagem, com fontes da Secretaria da Segurança Pública, a vítima do homicídio não tinha passagens pela Polícia Civil.