Plantão Policial

Bebê de um ano morre após sinais de violência sexual e espancamento


Uma bebê de apenas 1 ano, identificada como Mirella Fernanda, deu entrada no pronto-socorro da cidade de Penápolis, no interior de São Paulo, com inúmeras manchas roxas, dilaceração do ânus e rigidez cadavérica.

A situação, ocorrida na segunda-feira (14/1), chamou a atenção da equipe médica, que acionou a Polícia Militar.  De acordo com o Boletim de Ocorrência, assim que a polícia chegou à unidade, mãe e padrasto da criança foram ouvidos.

Os dois alegaram que colocaram Mirella para dormir no domingo (13/2) e que só observaram que a menina estava morta no dia seguinte. Após uma entrevista com os tutores, a PM acionou o Conselho Tutelar da cidade e descobriu que já havia várias denúncias que relatavam maus-tratos à vítima. 

A Polícia Civil abriu inquérito para investigar o caso e está aguardando o laudo pericial. O delegado que está cuidando do caso disse que precisa esperar o resultado do laudo para solicitar a prisão do casal, que é o principal suspeito. 

A população da cidade de revoltou com o caso e fez uma manifestação nas rusas pedindo Justiça pela criança. O caso, também, ganhou grande repercussão nas redes sociais.  Com informações do  Aratuon.