Plantão Policial

Supostos pastores são presos em feira de Santana por manterem crianças em cárcere privado


Um homem e uma mulher, filho e mãe respectivamente, foram presos nesta quarta-feira (26), na cidade de Feira de Santana suspeitos de manter cinco crianças em cárcere privado e por estupro de vulnerável.

Segundo informações do G1, a dupla, em depoimento, se identificaram como pastores evangélicos. A DAI de Feira de Santana recebeu informações da Polícia Civil do Ceará, após uma denúncia do Conselho Tutelar da cidade cearense de Cruz, que apontava que uma mulher e os filhos dela foram para Feira de Santana, onde ficaram em cárcere privado.

No município baiano, a família, além de estar em situação de cárcere privado, era maltratada por pessoas que eram pastores de uma igreja

Conforme a titular da DAÍ, delegada Danielle Lima Matias dos Santos, a mãe das crianças contou que recebeu a promessa de uma “vida mais tranquila” e que confiava na dupla.

De acordo com a SSP-CE, a família é assistida pelo Centro de Referência da Assistência Social (CRAS). As crianças tem entre 8 e 14 anos.

O delegado da cidade Cruz, Júlio César Chiarini, informou que a adolescente, que era a mais velha entre as meninas, estava sendo induzida, pelos religiosos, a casar com o homem. No entanto, a mãe da garota se recusou a assinar documentos que consentia o casamento.

Após a decisão da mãe da garota, a menina foi trancada em um quarto com o suspeito, onde foi estuprada. Ainda segundo informações policiais, as outras crianças eram forçadas a trabalhar e eram agredidas pelos suspeitos. Com informações do Blog Do Valente.