Plantão Policial

Banco Itaú fecha 212 agências e anuncia programa de demissão voluntária

O Itaú anunciou nesta segunda-feira (29) um PDV (Programa de Desligamento Voluntário). Segundo texto divulgado pela instituição, o programa busca "adequar suas estruturas à realidade do mercado". 

O banco tem hoje pouco mais de 85 mil colaboradores no Brasil, cerca de mil profissionais a menos do que tinha no primeiro trimestre de 2019.

Só neste ano, segundo dados que constam em seu balanço, foram fechadas 212 agências ou postos de atendimentos. O banco tem agora 4.722 unidades. No comunicado enviado ao mercado, o Itaú Unibanco não informou qual é a meta de desligamentos.

No segundo trimestre, o lucro do banco cresceu 10%, num ritmo menor do que os de seus concorrentes. Os resultados foram afetados, em parte, por despesas maiores justamente com pessoal.

Entre o junho de 2018 e junho de 2019, essa despesa cresceu 6,8% em função do número de desligamentos e processos trabalhistas, destaca o banco em balanço. A despesa total com pessoal foi de R$ 5,54 bilhões no segundo trimestre deste ano.

No programa anunciado pelo banco, a adesão ao PDV poderá ser feita durante todo o mês de agosto. Quem optar pelo desligamento receberá até 0,5 salário por ano trabalhado, no limite de 6 salários, e plano de saúde por 60 meses. 

Outra opção é ficar com até 10 salários, com cobertura de plano de saúde por 24 meses. Também serão pagos participação de resultados e outras verbas rescisórias.