Plantão Policial

Governo Bolsonaro bloqueia R$ 16,3 milhões da UFRB

O Ministério da Educação (MEC) bloqueou 32% do orçamento da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB) – o que equivale R$ 16,3 milhões – e 33,2% da Universidade Federal do Oeste da Bahia (UFOB) – o que corresponde a R$ 11,8 milhões. 

Segundo o site Bahia Notícias, o reitor da UFRB, Silvio Soglia, afirmou que não recebeu nenhum comunicado oficial do MEC sobre os cortes. 

"O bloqueio destes valores, se não for revertidos, inviabilizam ate o final do ano, o funcionamento de vários serviços da universidade, além de impactar diretamente no pagamento das contas de água, luz, telefone, limpeza e vigilância, por exemplo", declarou.

Em nota publicada no facebook, a UFOB afirmou que o bloqueio trará "graves consequências" à universidade e, se mantido, inviabilizará o funcionamento da UFOB, a partir da metade do segundo semestre deste ano. Na semana passada, o governo do presidente Jair Bolsonaro já tinha bloqueado 30% do orçamento da Universidade Federal da Bahia (Ufba) (veja aqui). 

Já a Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB) informou que teve o bloqueio de 38% no orçamento. “A UFSB é uma universidade muito jovem, com menos de 5 anos de funcionamento. Isso faz com que haja necessidade de um aporte grande de investimentos em infraestrutura.

No momento, temos 3 obras em andamento nos nossos três campi: Itabuna, Porto Seguro e Teixeira de Freitas. Em razão do corte, há o risco concreto de sermos obrigados a paralisar essas obras, o que implica em enorme prejuízo", diz, em nota. Com informações do Bahia Notícias.