Plantão Policial

Se governo emplacar regra, 92% dos beneficiados perdem PIS/PASEP de R$ 998,00

Mais de 23 milhões de trabalhadores devem perder o direito ao abono salarial PIS/PASEP se forem aprovadas as mudanças previstas na reforma da previdência proposta pelo presidente Jair Bolsonaro.

Segundo a proposta, o abono do PIS deve ser pago somente para quem ganha até um salário mínimo mensal. Hoje, ele é pago para quem ganha até dois salários mínimos.

Esse endurecimento das regras faria com que 23,4 milhões deixassem de atender os critérios de concessão do benefício. Outros 2,17 milhões continuariam aptos a recebê-lo. 

O número é baseado em dados de 2017 informados pelas empresas ao antigo Ministério do Trabalho, hoje incorporado ao Ministério da Economia, e levantados pelo site Trabalho Hoje.