Plantão Policial

Professora é condenada a 10 anos de prisão após tirar a virgindade de aluno

A professora de inglês Yaira Tanies Cotto Flores, de 29 anos, foi condenada a 10 anos de prisão por ter feito sexo com um aluno de 14, em um motel de San Lorenzo (Porto Rico). De acordo com o processo, o menor era virgem.

"Ela me ensinou a colocar uma camisinha", disse o estudante a um juiz, segundo o jornal local "Noticias Xtra". O menor afirmou, ainda, que a professora pagou um tratamento contra acne para ele e lhe deu headphones e um relógio Bulova. Ela também enviou nudes.

A relação sexual ocorreu em março de 2016. Em abril deste ano, Yaira foi condenada por júri popular. A sentença saiu nessa semana. Após o cumprimento da sentença, Yaira, classificada como "predadora" pela Promotoria, ficará oito anos sob supervisão da Justiça.