Plantão Policial

Defensoria Pública da União promove mutirão de assistência previdenciária em Cruz das Almas

O município de Cruz das Almas receberá entre os dias 2 e 4 de agosto, de quinta a sábado, o projeto Defensoria Para Todos, promovido pela Defensoria Pública da União (DPU) na Bahia. A ação voltada para demandas previdenciárias será realizada gratuitamente das 9h às 12h e das 14h às 17h, no Fórum da Comarca de Cruz das Almas, localizado na Rua Clodoaldo Gomes da Costa, 89, Centro.

Esta será a primeira edição do ano em Cruz das Almas. A equipe da DPU acolherá casos ligados ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), como pedidos de concessão ou restabelecimentos de aposentadorias, auxílio-doença, seguro-defeso, pensão por morte, benefício de prestação continuada (BPC/LOAS) negados pela autarquia previdenciária, entre outros.

O atendimento será realizado por ordem de chegada. Os interessados devem levar documentos pessoais originais com cópia (RG, CPF e comprovante de residência e de renda, caso tenham) e aqueles referentes ao caso que desejam solucionar, como carta de indeferimento do INSS, relatórios médicos, carteira de trabalho e documentos que comprovem eventual atividade rural. Também é preciso comprovar renda familiar de até R$ 2 mil.

O projeto Defensoria para Todos, iniciado em março de 2016, já beneficiou milhares de pessoas hipossuficientes e tem como objetivo levar atendimento jurídico gratuito nos locais onde não há unidades da DPU. Atualmente, na Bahia, a Defensoria Pública da União está presente em Salvador, Feira de Santana e Vitória da Conquista.

Serviço:

- Projeto Defensoria Para Todos – Cruz das Almas
- Data: 02, 03 e 04 de agosto (quinta-feira a sábado)
- Local: Fórum da Comarca de Cruz das Almas (Rua Clodoaldo Gomes da Costa, 89, Centro, Cruz das Almas)
- Horário: 9h às 12h e das 14h às 17h
- Quem pode ser atendido: cidadãos que têm renda familiar mensal de até dois salários mínimos (cerca de R$ 2 mil)
O que levar: documentos pessoais originais com cópias (RG, - CPF e comprovante de residência e de renda, caso tenham) e aqueles referentes ao caso que desejam solucionar, como carta de indeferimento fornecida pelo INSS e relatórios médicos, no caso, por exemplo, de pedido de auxílio-doença negado pela autarquia previdenciária.​