Plantão Policial

Joaquim Barbosa admite possibilidade de se candidatar à Presidência

O PSB anunciou nesta sexta-feira a filiação de Joaquim Barbosa, ex-presidente do Supremo Tribunal Federal (STF). Há uma expectativa de que o ex-ministro seja o candidato do partido à Presidência da República, mas essa possibilidade ainda está sendo estudada por Barbosa e pelo PSB.

Em comunicado postado em sua página no Facebook, o ex-presidente do Supremo admitiu que ainda não sabe qual será sua posição na eleição de outubro, mas afirmou que se filiou para não perder o prazo caso deseje se candidatar à Presidência. 

A Justiça Eleitoral exige que candidatos tenham, ao menos, seis meses de filiação partidária. Os partidos têm até 15 de agosto para apresentarem o pedido de registro de candidatos.

"A muitos pode parecer paradoxal, mas das conversas com o PSB construiu-se um entendimento que, no fundo, me traz um certo conforto e propicia mais tempo para reflexão na tomada de uma decisão final. 

É que, embora uma parcela considerável das lideranças do partido externem simpatia pela minha filiação, o fato é que, em total transparência, o PSB deixou claro que não me garante de antemão a legenda para uma possível candidatura à Presidência da República", escreveu Barbosa.

"Tal arranjo me convém, pois, como dito anteriormente, ainda questiono se devo ou não ingressar na disputa político-eleitoral. No entanto, a legislação eleitoral brasileira impõe prazos peremptórios", afirmou.