Plantão Policial

Morte de jovem na Bahia após vacina contra febre amarela é investigada

A Secretaria de Saúde de Minas Gerais investiga a causa da morte do jovem Victor Soares, de 22 anos, ocorrida no último sábado, 17, na cidade baiana de Canarana. O jovem teria sofrido complicações após receber a vacina contra febre amarela. 

Victor era natural de Montes Claros mas estava na Bahia desde o fim de janeiro. Ele foi vacinado em Minas Gerais e viajou a trabalho para Canarana. Alguns dias após sua chegada, passou mal e foi internado em uma unidade médica. 

Segundo informações da Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab), o resultado do primeiro exame realizado no jovem foi negativo para febre amarela. Entretanto, novos exames são feitos para detectar a causa da morte, ou se havia outra doença preexistente. 

Os efeitos da vacina contra a febre amarela levam cerca de 10 dias para aparecerem. Por isto, uma investigação epidemiológica segue em andamento e é acompanhada pela secretaria de Saúde de Minas Gerais. 

De acordo com o órgão, esta é uma das vacinas "mais eficazes e seguras, entretanto, raramente eventos adversos graves (EAG) e até fatais têm sido notificados e estão associados à disseminação do vírus vacinal". Nesta segunda, 19, foi iniciada uma campanha da imunização contra a doença na Bahia. Com informações do site do Jornal A Tarde.