Plantão Policial

CACHOEIRA: Seminário vai debater "A Reforma trabalhista e as perspectivas para o trabalho no Brasil"

O seminário será um debate sobre os novos cenários do trabalho no Brasil, pautando questões estruturais e da atualidade do mundo do trabalho. Será abordado também os impactos e efeitos perversos da reforma trabalhista de 2017 para o conjunto da classe trabalhadora, bem como será apresentado os mais recentes indicadores de precarização. 
A ideia é discutir os impactos da nova lei sobre a realidade do trabalho no campo da regulação jurídica e social, assim como caracterizar a situação do trabalho hoje, apresentando possíveis formas de resistência. 

O evento contará com pesquisadores/as da UFRB e da UFBA e faz parte de um grupo de pesquisa da UFBA da Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas denominado Trabalho, Precarização e Resistências (do CRH/UFBA), em que dois docentes da UFRB atuam como pesquisadores (Prof. Bruno Durães e prof. Luiz Paulo Oliveira). 

Pretende-se, por fim, mostrar como a nova lei do trabalho cortou direitos, abrindo novas brechas para exploração do trabalho e para expansão da informalidade e, assim, retroagindo em conquistas sociais históricas.

A mesa do seminário será composta pela pesquisadora da área de Sociologia do Trabalho Graça Druck da UFBA, pelas professoras Isabela Fadul e Renata Dultra do campo de Direito do Trabalho da UFBA e pelo professor Luiz Paulo da UFRB e contará com a mediação do prof. Bruno Durães. O evento tem o apoio do Grupo de Estudos e Pesquisas Marxistas do CAHL e do Grupo Educação, Sociedade e Diversidade do CAHL, além do apoio do CAHL e da UFRB.