Plantão Policial

Selfie obriga jovem a assumir o homicídio da melhor amiga

O clique acima poderia ter sido apenas o registro de duas amigas preparadas para curtir uma noite juntas. Mas, a selfie tirada por Cheyenne Rose Antoine acabou se tornando a prova de que ela estrangulou até a morte a melhor amiga, Brittney Gargol.

As duas viviam na cidade de Saskatoon, no Canadá. De acordo com o site Global News, na manhã de 25 de março de 2015, Brittney foi encontrada inconsciente em uma estrada da região. Ela foi levada ao hospital, mas não resistiu.

O tabloide britânico Metro apurou que, na época, Cheyenne contou à polícia que a amiga e ela estavam bebendo juntas durante a madrugada, mas ela acabou indo para a casa com um desconhecido e não soube mais de Brittney.

Na tentativa de despistar as autoridades, Cheyenne ainda postou uma mensagem no Facebook da amiga naquela noite: "Onde está você? Não ouvi falar de você. Espero que você tenha voltado para casa segura", escreveu.

O que Cheyenne não contava é que o cinto com o qual ela aparece na selfie, publicada seis horas antes de Brittney ser encontrada, acabou sendo deixado na cena do crime. A canadense usou o acessório para estrangular a vítima. Cheyenne então confessou às autoridades que naquela noite ela teve uma discussão com Brittney, mas não se recordava de ter assassinado a amiga.

Nessa semana, Cheyenne foi  sentenciada a sete anos de prisão por homicídio. Durante o julgamento, foi levantado que na noite do crime ela abusou do uso de álcool e drogas, a ponto de não lembrar de ter estrangulado a amiga com o próprio cinto.

Em um comunicado divulgado por seu representante legal, Cheyenne disse: "Eu nunca vou me perdoar. Nada que eu diga ou faça vai trazê-la de volta. Eu sinto muito, muito mesmo... Nunca deveria ter acontecido".

O perfil de Brittney Gargol continua ativo no Facebook como memorial. A selfie em que aparece ao lado de Cheyenne continua disponível para o público. Nos comentários, alguns internautas mostraram indignação pelo registro não ter sido excluído da rede. Com informações do Portal R7.