• Plantão Recôncavo News

    quarta-feira, 6 de dezembro de 2017

    Cotação do bitcoin ultrapassa US$ 12 mil e bate novo recorde

    Após vir derrubando recordes a cada dia, o bitcoin de uma leve “esfriada” e passou por dias de instabilidade. Dias que parecem ter ficado para trás, ao menos por enquanto, afinal a moeda acaba de ultrapassar a barreira dos US$ 12 mil e estabelecer um novo valor histórico. Segundo o índice de preço do CoinDesk, a moeda começou o dia de hoje valendo exatamente US$ 12.201,67.


    O aumento de 4% (ou cerca de US$ 500) resultou em uma capitalização do mercado de bitcoin de mais de US$ 200 bilhões pela primeira vez na história. Nesta semana, presenciamos também os gêmeos Winklevoss se tornando os primeiros bilionários do bitcoin, com um patrimônio líquido de mais de US$ 1 bilhão acumulado em criptomoedas. 

    Mesmo depois de uma queda significativa na semana passada, que fez o valor do bitcoin despencar cerca de 20% em um único dia, a moeda indica que novos recordes podem ser batidos em breve e deixa todo mundo de olhos atentos aos gráficos. Será que um novo aumento vem por aí?

    Nunca o termo “Bitcoin” esteve tão popular como na atualidade. A criptomoeda que surgiu em 2008 alcançou no final de 2013 os seus índices mais altos de valor, chegando a valer mais de R$ 2.000 para cada bitcoin investido.

    Mas como isso funciona exatamente e, principalmente, de que maneira pessoas comuns, como eu e você, podem comprar, vender, investir e utilizar esse dinheiro virtual? É o que vamos explicar neste artigo. Se você ainda não sabe exatamente o que são as bitcoins, recomendamos a leitura do artigo “Bitcoin: o dólar da internet”.

    Entretanto, antes de efetuar qualquer transação envolvendo o seu dinheiro, lembre-se que o bitcoin ainda não é uma moeda regulamentada. Por conta disso, caso aconteça alguns imprevisto e os seus bitcoins sejam roubados, você não terá a quem recorrer, uma vez que nem o Código de Defesa do Consumidor e nem Código Civil dão algum respaldo para essas transações.

    Entenda como funciona o Bitcoin

    O primeiro passo: entendendo os riscos

    Vamos reforçar novamente: esse é um artigo explicativo demonstrando como comprar e vender bitcoins no Brasil e não se trata de um guia de investimentos. Para a elaboração deste artigo, usamos quantias mínimas para as transações financeiras e não recomendamos que você invista o dinheiro das suas contas ou dos seus bens antes de consultar um especialista em negócios. Tenha certeza do que está fazendo e não aja por impulso.

    Entendi. Estou pronto para começar

    Assim como a Bolsa de Valores, todas as transações feitas envolvendo bitcoins são centralizadas em empresas financeiras autorizadas a operar com a moeda. Existem diversas companhias operando com bitcoins no país, mas a mais conhecida entre elas é a Mercado Bitcoin – companhia que utilizaremos como exemplo neste artigo.

    No início do mês, a empresa esteve na Campus Party Brasil mostrando o primeiro caixa eletrônico de bitcoins da América Latina.

    Efetuando o cadastro

    O primeiro passo que você deve fazer é acessar o site do Mercado Bitcoin (CLIQUE AQUI) e efetuar um cadastro. No canto superior direito, selecione a opção “Novo usuário” e preencha os seguintes dados: usuário, email e senha. Concorde com os termos de serviço e aguarde um link de confirmação que será enviado para o endereço que você informou. Com informações do site TecMundo.