• Plantão Recôncavo News

    terça-feira, 14 de novembro de 2017

    Polícia prende suspeito de matar jornalista em prédio na capital

    A jornalista Daniela Bispo, de 28 anos, foi encontrada morta na manhã desta terça-feira (14) no Edifício Catabas Empresarial, na Avenida Tancredo Neves, em Salvador. Ela estava desaparecida desde às 19h da última segunda-feira (13). Formada em Jornalismo pela Unijorge, em 2015, Daniela trabalhava na empresa Call Tecnologia, que presta serviços de call center no primeiro andar do prédio. Ela havia saído para comprar um remédio, mas não retornou ao trabalho.

    A polícia encontrou o corpo da jovem com vestígios de sangue na escada do 5º andar do prédio. "Trata-se de um homicídio. Houve luta corporal, pois havia muito sangue e marcas em várias partes do corpo. Ela tentou lutar. O levantamento cadavérico apontou que há uma marca de objeto perfurocortante na cabeça", afirmou o capitão Sales, da 35ª Companhia Independente da PM (CIPM/Iguatemi), em entrevista ao jornal Correio.

    A polícia prendeu o suspeito de matar a jornalista Daniela Bispo dos Santos, 38 anos, encontrada morta dentro do Edifício Catabas, na Avenida Tancredo Neves, na manhã desta terça-feira (14). O suspeito, que não teve a identidade revelada, vai ser apresentado na tarde desta terça, na sede do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), na Pituba. A SSP ainda não divulgou detalhes sobre a prisão do suspeito.