• Plantão Recôncavo News

    quarta-feira, 1 de novembro de 2017

    Governo anuncia que pretende liberar FGTS para empréstimo consignado

    O governo Temer estuda mais uma medida para autorizar o uso do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço), segundo confirmou o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles. Pela opção em estudo, parte da grana do Fundo poderia ser usada para o trabalhador com empréstimo consignado pagar sua dívida caso ele decida pedir demissão ou seja demitido por justa causa. 

    Ele poderia usar até 10% do saldo da conta do FGTS para pagamento da dívida. A nova modalidade deverá entrar em vigor por medida provisória, sem previsão para ser publicada. É possível que só beneficie os trabalhadores que pegarem consignados com o FGTS como garantia. 

    O representante da CUT (Central Única dos Trabalhadores) no Conselho do FGTS, Cláudio Gomes, diz que se preocupa com essa medida e com a que poderá liberar o fundo para pagar o Fies. "Por mais que ajude o trabalhador, tira a finalidade do Fundo, que é para emergência do trabalhador e para a geração de empregos."