• Plantão Recôncavo News

    quinta-feira, 5 de outubro de 2017

    Fachada da Santa Casa de Cruz das Almas é iluminada em adesão ao movimento Outubro Rosa

    A Santa Casa de Cruz das Almas, frente à relevância da conscientização e prevenção acerca do câncer de mama, adere, neste mês, ao movimento Outubro Rosa. Para isso, a Prefeitura, através da Secretaria de Serviços Públicos, iluminou a fachada da Santa Casa para que todos lembrem da importância do cuidado com a saúde na luta contra a doença. As redes sociais da unidade hospitalar também ganharam uma nova cor.

    Segundo a Diretora Jaína Rios, “Através da adesão à campanha, buscamos demonstrar apoio a essa causa tão relevante. Queremos reforçar para toda a população cruzalmense e moradores da região a importância da prevenção ao câncer de mama”.

    O Outubro Rosa nasceu nos Estados Unidos, na década de 1990. Mais de duas décadas depois, continua com o objetivo de estimular a participação da população no controle do câncer de mama e de compartilhar informações, promovendo a conscientização sobre a doença para um diagnóstico precoce.

    Alguns dos fatores de risco são: obesidade, sedentarismo, consumo de bebida alcoólica, histórico familiar de câncer de mama e ovário, principalmente em parentes de primeiro grau antes dos 50 anos, ter feito reposição hormonal pós-menopausa, principalmente por mais de cinco anos, não ter tido filhos, primeira gravidez após os 30 anos, não ter amamentado, primeira menstruação antes de 12 anos, parar de menstruar após os 55 anos, exposição frequente a radiações ionizantes (Raios-X). Portanto, amamentação, prática de atividade física e alimentação saudável com a manutenção do peso são meios de proteção e estão associados a um menor risco de desenvolver a doença.

    A mulher deve procurar seu médico regularmente e fazer o autoexame com frequência, estando atenta a seu próprio corpo. Entre os 40 e 49 anos, deve-se fazer exame clínico das mamas anualmente e, entre 50 e 69 anos, além deste exame, é recomendado passar por mamografia a cada dois anos. Mulheres com predisposição genética e risco hereditário devem conversar com seu médico para juntos decidirem os procedimentos mais adequados. Independente da idade, é importante se prevenir.

    O Provedor da Santa Casa de Cruz das Almas, Natanael Evódio, agradece a parceria e o apoio da Prefeitura nesta campanha, através da Secretária de Serviços Públicos, Lorena Rocha.