• Plantão Recôncavo News

    sábado, 9 de setembro de 2017

    Jovem mata o próprio irmão por causa da velocidade do Wi-Fi

    Um jovem de 20 anos foi preso nos Estados Unidos acusado de esfaquear e matar o próprio irmão, três anos mais velho. O motivo da discussão foi banal: a velocidade de conexão da internet da casa na qual os dois moravam com os pais em Leominster, Massachusetts. De acordo com o jornal local Sentinel & Enterprise, o crime ocorreu em 9 de junho. Nathan Record ainda estava vivo quando os paramédicos chegaram à casa da família, após um chamado da mãe. Ele foi levado até um hospital, mas morreu logo após chegar ao local. A polícia então prendeu Timothy Record pelo assassinato. 

    De acordo com o chefe da polícia local, Michael Goldman, os dois irmãos tinham histórico de violência. A briga que levou ao crime começou por causa do Wi-Fi, com um acusando o outro de "roubar" a velocidade de conexão. Nathan derrubou o irmão mais novo e o chutou no rosto. Timothy levantou, desceu até a cozinha, pegou uma faca, e subiu de volta, confrontou o irmão e, em seguida, o golpeou no peito. Nathan foi encontrado à beira da escada. Acusado no tribunal distrital de Leominster na quarta-feira (6), Nathan se declarou inocente. 

    Ele segue detido, sem possibilidade de fiança. A corte ainda decidirá sobre uma eventual condenação. Courtney Record, outra irmã, está realizando uma campanha online para arrecadar fundos para o funeral de Nathan. Sobre ele, ela escreveu: "Ele era o melhor irmão que uma pessoa poderia ter e estava lá sempre que se precisava dele. Se eu pudesse dizer uma última coisa para ele, seria que todos nós o amamos muito."