• Plantão Recôncavo News

    segunda-feira, 4 de setembro de 2017

    Cansada de sofrer maus tratos, mulher mata o marido e depois se entrega à polícia

    O Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) instaurou inquérito para apurar as circunstâncias da morte do guardador de carros Marcos Eugênio Andrade da Silva, de 51 anos, assassinado com uma facada no peito pela companheira Dalva da Silva, 42, na madrugada de domingo (5), na Mata Escura. A cabeleireira se apresentou espontaneamente na 11ª Delegacia Territorial (DT), de Tancredo Neves, de onde foi encaminhada ao DHPP. 

    Interrogada pela delegada Maria Tereza Santos, que coordenava a equipe do Serviço de Investigação de Local de Crime (Silc), Dalva alegou legítima defesa e disse que já havia sido agredida pelo companheiro várias vezes. Segundo Dalva, o companheiro, com quem conviveu por um ano, era bastante violento e, na noite do crime, tentou esganar e sufocar a mulher com uma almofada, na residência do casal, na Rua Carlos Brandão da Silva. 


    Depois de interrogada, ela foi submetida a exames de lesões corporais. Ao final do inquérito policial, será definido se Dalva agiu em legitima defesa. Caso contrário, o DHPP poderá solicitar a prisão da mulher. A faca utilizada no crime foi apreendida na residência do casal e encaminhada à perícia do Departamento de Polícia Técnica (DPT).