• Plantão Recôncavo News

    quinta-feira, 21 de setembro de 2017

    Baiano é excluído do UFC São Paulo após suspeita de doping; ele nega

    O lutador baiano Carlos "Boi" Felipe, 22 anos, que faria a estreia na categoria pesos pesados do Ultimate Fight Championship (UFC) , foi excluído nesta quarta-feira, 20, do circuito de lutas que será realizado no dia 28 de outubro em São Paulo. Motivo: suspeita de doping. De Feira de Santana (a 109 quilômetros de Salvador), Carlos "Boi", que lutaria contra o dinamarquês Christian Colombo, pronunciou-se nas redes sociais e confirmou que foi informado da suspensão. Ele ressaltou que tem plena consciência de que não fez uso de nenhuma substância proibida e pediu desculpas aos fãs que aguardavam a estreia dele no octógono. O UFC foi notificado pela USADA, sigla em inglês para o controle de antidoping da competição, e divulgou uma nota confirmando a exclusão do lutador.

    Confira a nota:

    O UFC foi notificado nesta terça-feira pela USADA (Agência Antidoping Americana) de uma potencial violação à sua política antidoping por Carlos Felipe, em uma amostra coletada fora do período de competição, no dia 29 de julho de 2017. Por conta da proximidade da luta de Felipe, agendada para o UFC São Paulo, no dia 28 de outubro, no Brasil, o lutador foi removido do card e o UFC atualmente procura um substituto.

    A USADA é um administrador independente da política antidoping do UFC e irá gerenciar os resultados e conceder um julgamento apropriado para o caso envolvendo o Felipe. De acordo com a política antidoping do UFC, há um processo legal e justo que é garantido a todos os atletas antes que qualquer punições sejam impostas. Informações adicionais serão fornecidas no momento apropriado à medida em que o processo avança.
    Fonte: A Tarde.