• Plantão Recôncavo News

    sábado, 12 de agosto de 2017

    Soldado da Polícia Militar mata namorada, sogra, mãe e depois comete suicídio

    A polícia investiga um crime que aconteceu na noite dessa sexta-feira (11), em Divinópolis, no Centro-Oeste de Minas Gerais. Antes de cometer suicídio, um soldado da Polícia Militar assassinou a namorada, a sogra e, por último, a própria mãe. Igor Quintão Vieira, 23 anos, tinha um relacionamento com a companheira há pouco tempo e, juntos, faziam um curso na cidade. 

    Segundo informações do Estado de Minas, a mãe de Igor foi executada em Rio Pomba, na Zona da Mata, onde o soldado se matou em seguida. A polícia foi acionada, relatou o capitão Leonardo Tagliate, depois de familiares encontrarem mãe e filho mortos na cama.
    Soldado da PM Igor Quintão Vieira, de 23 anos,
    matou a mãe Eloísa Santa Quintão Vieira, de 48.
    O suspeito segurava um revólver calibre 38 na mão. "Inicialmente, o que dá para entender da cena é que o militar teria matado a mãe e cometido o auto-extermínio em seguida", afirmou Tagliate, acrescentando que cada um foi atingido com um tiro. 

    O capitão ainda ressaltou que não descarta a participação de uma terceira pessoa no crime. Investigações vão apontar se o soldado, que servia em Belo Horizonte, realmente efetuou os disparos. Parentes informaram à polícia que, aparentemente, não havia problemas entre mãe e filho. Colegas do trabalho também comentaram que o comportamento de Igor era normal. O laudo da perícia deve ser divulgado em um prazo médio de 30 dias.