• Plantão Recôncavo News

    sábado, 8 de julho de 2017

    Em intervalo de 7 horas, região de Cajazeiras registra seis mortes e três baleados

    Em um intervalo de aproximadamente 7 horas, a região de Cajazeiras registrou seis mortes por arma de fogo e três pessoas foram baleadas. Por volta das 20h40 desta sexta-feira (7), dois policiais militares foram baleados em serviço no bairro de Cajazeiras 11. Lucas Alves Cerqueira e Raul Silva foram encaminhados para o Hospital Eládio Laserre e passam bem. Momentos depois, às 23h35, a polícia registrou a morte de um homem ainda não identificado na Avenida 2 de Julho, pista que liga Águas Claras a Cajazeiras 11. Por volta de 00h40, no Conjunto Habitacional Fazenda Grande 4, no bairro de Boca da Mata, foi morto a tiros um homem identificado como Dorival Santos Cabé. Ele foi alvejado em frente ao Condomínio Vivenda de Ipitanga. Em Fazenda Grande 2, na localidade de Jaguaripe, setor B, dois irmãos foram mortos depois que quatro homens invadiram a residência e executaram ambos.
    A dupla não teve os nomes divulgados. Na ação, segundo a polícia, um idoso foi baleado e socorrido para o Hospital Eládio Laserre. Horas depois, por volta de 5h49, conforme o boletim de ocorrência da Secretaria de Segurança Pública da Bahia, mais uma morte foi registrada em Fazenda Grande 2, na Rua Direta de Jaguaripe. A vítima também não foi identificada. Ao fim da madrugada, mais uma pessoa foi encontrada morta no bairro de Águas Claras. No início da manhã deste sábado (8), a Secretaria de Segurança Pública deflagrou uma operação no intuito de localizar os autores dos disparos que atingiram dois policiais na noite de sexta. A região de Cajazeiras 11 foi ocupada por unidades das operações Apolo e Gemeos, do Esquadrão Águia, além da Rondesp Central e do Pelotão de Emprego Tático Operacional (Peto) das 3ª e 50ª companhias Independente da PM (Cajazeiras e Sete de Abril) e da Companhia Independente de Policiamento Especializado/Polo. Fonte: Bocão News.