segunda-feira, 3 de abril de 2017

Recôncavo News

Universitária é encontrada morta em trilha perto de faculdade

Foto: Reprodução/Facebook.
Após morte de aluna, a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) classificou como ‘intolerável’ o nível de insegurança na região do campus em Limeira (SP). O corpo da estudante de engenharia de manufatura, Sandy Andrade Santos, de 21 anos, foi encontrado em uma trilha no Parque Residencial Roland 2, que fica a cerca de dez minutos de carro da faculdade. A instituição convocou 'reunião de luto' nesta segunda-feira (3). O corpo da jovem foi achado por um ciclista, na última sexta (31), e tinha marcas de violência, segundo a Polícia Militar (PM).
Em nota oficial, publicada no site da Faculdade de Ciências Aplicadas da Unicamp, a universidade convocou professores, funcionários, estudantes e familiares da jovem para reunião de luto e mobilização geral pela segurança, nesta segunda-feira (3), às 13h, no Auditório UL 12. “Estamos todos consternados pelo assassinato de nossa aluna Sandy Andrade Santos e preocupados com a falta de segurança que alcançou, com este fato, um limite intolerável e, portanto, convocamos toda a comunidade para a mobilização geral de acolhimento à família da estudante, bem como para discutir e propor ações junto à administração geral da Unicamp e autoridades municipais, para que essa tragédia não se repita”, disse trecho do texto.
Estudantes da unidade voltaram a pedir mais segurança na cidade e principalmente nas proximidades da instituição de ensino superior, que fica no Jardim Santa Luiza, após a morte de Sandy. Há anos, os universitários reclamam da violência na região. O corpo foi transportado na madrugada deste sábado (1) para Embu-Guaçu (SP), onde a família mora. O enterro está previsto para 17h. O caso será apurado pela Delegacia de Investigações Gerais (DIG). A polícia trabalha com a suspeita de tentativa de assalto. Fonte: G1.