• Plantão Recôncavo News

    segunda-feira, 17 de abril de 2017

    ABSURDO: Idosa de 78 anos é agredida por enfermeiro em UTI de Hospital, 'ele me bateu até cansar'

    Uma idosa de 78 anos foi agredida por um enfermeiro dentro da Unidade de Terapia Intensivas (UTI) do Hospital do Servidor Público Municipal de São Paulo. O funcionário suspeito da agressão já foi afastado. A paciente passou por uma cirurgia vascular na semana passada e estava se recuperando bem. Na madrugada de domingo (16), porém, foi agredida por um enfermeiro. “Ele me xingou de tudo quanto foi nome e foi me batendo, bateu até cansar”, disse Thereza Aparecida em um vídeo gravado por um dos filhos.
    “Minha mãe realmente foi espancada. Ver minha mãe com olho roxo, o rosto roxo, o queixo roxo, impossibilitada de se defender, uma senhora de 78 anos, é inadmissível isso”, disse Hedilaine Aparecida Garcia, filha da vítima. “Foram puxões de cabelo, tapa na cara.” O enfermeiro trabalha no hospital há 27 anos. Segundo a direção, nunca tinha havido uma reclamação contra ele. O superintendente não divulgou o nome do funcionário, mas disse que ele já está afastado e foi aberta uma sindicância para apurar a agressão. O enfermeiro ainda não foi ouvido.
    “Ele entrou e começou a ter alguma eventual discussão, alguma coisa, e acabou tendo uma agressão desagradável”, disse o superintendente do Hospital do Servidor Público Municipal, Antonio Célio Camargo Moreno. “Aparentemente foi algum tapa no rosto pelo que a gente está vendo na foto.” Pelo que o hospital apurou até agora, a agressão aconteceu no início da madrugada. Isso coincide com o que a Thereza contou para os filhos. Mas, segundo a família, não foi apenas um tapa, mas várias agressões ao longo da noite. Antes de ir para casa, a idosa ainda precisa se recuperar da cirurgia e das agressões. Os filhos, porém, estão com medo de deixá-la no hospital. “Ela ficou com medo do dormir à noite, achando que ele ia voltar para matar”, disse Hedilaine. A mulher não tem previsão de alta. Fonte: G1.