• Plantão Recôncavo News

    quarta-feira, 1 de março de 2017

    Prefeitura de cidade baiana pretende arrecadar R$ 58 milhões com o IPTU em 2017

    Foto: Ed Santos.
    O Imposto sobre a Propriedade Predial Urbana (IPTU), em Feira de Santana, não terá aumento real em 2017, a exemplo do que ocorreu em 2016. A informação é do secretário da Fazenda, Expedito Eloy. 

    Ele afirma que haverá apenas um reajuste natural de acordo com a inflação de novembro de 2015 a outubro de 2016. A prefeitura pretende arrecadar este ano aproximadamente R$ 58 milhões.
    O secretário informa que o vencimento do imposto será em 12 de abril, e que 90 mil residências deverão ter a isenção do IPTU. Ele espera que até o final da primeira quinzena de março todos os carnês estejam nas mãos dos contribuintes. 

    “É uma mudança incipiente, mas também importante, porque o número de inadimplência nos condomínios está muito grande e temos observado que muitos carnês acabam não chegando às mãos dos contribuintes.
    Nós temos feito um esforço para saber o que está acontecendo. E em 2017, os carnês dos condomínios serão entregues diretamente pela prefeitura”, afirmou. Expedito Eloy acredita que o fato de muitos contribuintes não serem penalizados contribui para o alto índice de inadimplência. 

    No entanto, de acordo com ele, o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) orienta que todos tenham seus nomes incluídos nos órgãos de proteção ao crédito, o que deverá acontecer de agora em diante. Fonte: Acorda Cidade - Paulo José.