• Plantão Recôncavo News

    quarta-feira, 1 de março de 2017

    Pastor evangélico é preso por abusar de quatro crianças entre 8 e 9 anos

    Crimes de violência sexual contra crianças inocentes, infelizmente, são extremamente comuns não apenas no Brasil mas, em todo o mundo. Diariamente, notícias relativas a esses crimes são veiculadas em todos os meios de comunicação. Ainda assim, por sorte, a sociedade se escandaliza e pensa em maneiras de acabar ou amenizar esse crime horrendo. Geralmente, as maiores vítimas desses atos ilícitos são as mulheres, adolescentes e as crianças indefesas.
    Mas graças a uma ação da Delegacia de Defesa da Mulher (DDM), junto com a Polícia Civil do Ceará, conseguiram prender um homem suspeito de abuso de vulnerável, na manhã desta terça-feira (31). O suspeito de ter cometido os atos ilícitos não teve o seu nome revelado pelas autoridades, mas foi identificado apenas como sendo um pastor evangélico de 43 anos. O sujeito é para a polícia o principal suspeito de ter praticado violência sexual contra quatro meninas com idades de 8 a 9 anos.
    De acordo com informações da delegada Adriana Savi, a polícia começou o trabalho de investigação no início do mês de janeiro, após o Conselho Tutelar da cidade ter recebido denúncias relatando que quatro crianças estavam sendo vítimas de abusos sexuais cometidos pelo pastor. Em seguida, relatou o caso para a polícia tomar todas as medidas necessárias. Ainda de acordo com a delegada, no decorrer das investigações a polícia descobriu que uma das vítimas era a própria sobrinha do acusado.
    Segundo a delegada, o acusado já abusava das vítimas há cerca de dois meses e usava a própria sobrinha para atrair as outras meninas. Os exames feitos nas vítimas comprovaram os abusos cometido pelo pastor. O indivíduo foi preso na delegacia, ao se dirigir até o local para pegar informações sobre um Boletim de Ocorrência registrado por ele por furto e arrombamento em sua residência. Ele não sabia que já existia um mandado de prisão contra ele. Ao ser questionado sobre os abusos, ele negou todas as acusações. O caso está sendo investigado pela polícia da cidade a fim de encontrar novas vítimas. Fonte: Blasting News.