Plantão RN

Jornalista do SBT dispara contra feministas: 'Raivosas e mal resolvidas'

Nesta quarta-feira (08/03), foi comemorado o 'Dia Internacional da Mulher', onde, em seu lugar de fala, mulheres de todo mundo pedem por uma sociedade mais igualitária. Durante o programa 'Morning Show', da rádio Jovem Pan, Rachel Sheherazade comentou a data e acabou causando alvoroço nas redes sociais.
A jornalista do SBT comentou sobre a data e disparou: "Eu me envergonho das feministas fundamentalistas que não lutam em favor do sexo feminino, mas contra o sexo masculino, numa espécie de misoginia às avessas, promovendo não a igualdade - tão sonhada por todos nós -, mas fomentando sim um ódio recíproco e sem fundamento entre os gêneros", começou.
A jornalista, que é evangélica, continuou detonando: "Eu pergunto a estas militantes raivosas, recalcadas e mal resolvidas, o que seria de nós mulheres sem os homens? Que desde os tempos primitivos nos tem protegido, salvaguardando mulheres e crianças, muitas vezes com suas próprias vidas. Do outro lado, o que seria dos homens sem as mulheres que os dá a vida, os educa, que lhe satisfazem e lhes acompanham vida afora", disse, enfatizando que um completa o outro.
Para Rachel, o 'Dia Internacional da Mulher' é "uma piada globalista de mau gosto" e que não significa nada. "Eu me basto como mulher, eu não preciso de uma data, um dia especial, um 8 de março, para ser enxergada, para ser respeitada, compreendida, protegida, admirada, pra ser amada", disse. A jornalista finalizou: "Não preciso ser empoderada. Já nasci poderosa!". Fonte: Notícias ao Minuto.