• Plantão Recôncavo News

    quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

    Conheça a história do casal que após perder gêmeos, celebram gravidez de quíntuplos

    Em pouco mais de um ano, a frustração de um casal após a perda dos filhos gêmeos se transformou em uma alegria imensurável com uma nova gestação. De forma natural, a técnica em enfermagem Carla Divina Faria de Oliveira, de 24 anos, engravidou de quíntuplos, segundo informações do portal G1. 

    Com uma barriga de quatro meses ainda quase que imperceptível, ela espera junto com o marido o momento sublime de dar à luz os cinco filhos. De acordo com uma das teorias mais tradicionais para se calcular a probabilidade de nascimentos múltiplos, conhecida como "Lei de Hellin", a chance de nascerem quíntuplos a partir de gestações naturais é de 1 a cada 65.610.000 de nascimentos.
    Casados há dois anos, o casal vive em Nerópolis, na Região Metropolitana de Goiânia. A notícia da gestação pegou todos de surpresa. "Dois meses depois que fiz o exame confirmando, fiz o primeiro ultrassom e o médico já viu que eram quíntuplos. Foi um susto, eu nem acreditei. Mas hoje isso é motivo de muita felicidade, um milagre de Deus", disse Carla. A jovem faz o pré-natal em uma maternidade particular de Goiânia e diz que os bebês estão se desenvolvendo normalmente.
    Até agora, só foi possível ver o sexo de dois: um menino e uma menina, que se chamarão Lucas e Giovana, respectivamente. Um novo ultrassom, marcado para o início de março, deve revelar o sexo dos demais. Com a situação sob controle, apenas uma questão causa receio à futura mamãe. Em fevereiro do ano passado, Carla perdeu filhos gêmeos, também frutos de uma gestação natural. "Eles nasceram prematuros, no sexto mês, e morreram logo após o parto. Eu fico preocupada porque existe o risco, é complicado", afirma.