• Plantão Recôncavo News

    quinta-feira, 23 de fevereiro de 2017

    BOATO: Notícia de que juíza foi assaltada por homem que ela libertou é falsa

    A infame indústria de notícias falsas da internet brasileira lançou nos últimos dias seu mais novo produto de ficção: “Juíza solta ladrão e é assaltada por ele na saída do Fórum”. Desta vez, no entanto, os criadores do boato nem se deram ao trabalho de bolar um roteiro original. 

    A mentira é uma versão requentada de “Juiz manda soltar ladrão e é assaltado por ele na saída do Fórum”, criada e publicada em 2015 – e igualmente falsa. A história espetacular foi republicada por próceres do jornalismo brasileiro como Freelance 24 horas, Jhone Vip News e Amigos de Plantão e reverberou no Facebook e no WhatsApp, sobretudo em páginas que criticam os defensores de direitos humanos. Diz a balela:
    “Uma juiza [sic] de uma cidade no interior do Paraná ficou em apuros na tarde de ontem. a [sic.] mesma resolveu soltar um assaltante que constava com 10 passagens pela policia [sic.] por roubo, furto, homicídio, latrocínio e sequestro, dizendo que o rapaz não apresentava risco, e que a justiça não deveria mantê-lo preso, pois suas condutas tinham um reduzido grau de reprovabilidade. Após decretar a soltura do jovem, o mesmo não tendo como ir para a casa, munido de uma pistola ponto 40, assaltou uma mulher que estava entrando em seu veiculo [sic.]. 

    Até ai [sic.] tudo normal, porém a mulher assaltada tratava-se da próprio [sic.] juíza que o havia liberado. A juiza [sic.] ficou surpresa com a atitude do rapaz que fugiu e até o momento não foi localizado. ‘O que me espantou foi o fato de eu ter liberado ele, e em menos de 10 minutos ele conseguiu uma pistola ponto 40 , arma essa que é restrita . Essa juventude anda muito violenta. Eu não imaginava que ele fosse tão perigoso. Se ele for preso vou meter a caneta nele’ disse o juiza enfurecida.” 

     Além da ortografia sofrível, da gramática altamente questionável, da falta de repercussão em veículos de imprensa confiáveis e da ausência de informações importantes (Quem é a juíza? Em que cidade do Paraná ela atua?), características comuns em notícias falsas, a mentira é ilustrada pela foto do assalto a um shopping center em Osasco, no final de janeiro de 2017. A ação foi flagrada pelo circuito de segurança do estabelecimento. O momento do vídeo que foi utilizado na notícia falsa pode ser visto aos 2 minutos e 16 segundos:

    Fonte: Veja.