terça-feira, 31 de janeiro de 2017

Recôncavo News

Membros da facção Katyara são presos em Motel de cidade próxima ao recôncavo

A Polícia Militar 3ª Cia deteve dentro de um motel no distrito Stela Dubois – Entroncamento de Jaguaquara, três indivíduos, suspeitos de tráfico de entorpecente e de outros crimes, neste domingo (29). De acordo com informações da PM, os policiais teriam recebido denúncia de que um veículo modelo VW/Pólo de placa FNF-6310 teria adentrado no estabelecimento e que os ocupantes estariam utilizando drogas nas dependências do motel e forçando a entrada em outros quartos e que depois de contactados por uma funcionária afirmaram que não iria pagar a hospedagem – momento em que a guarnição da Polícia Militar chegou ao local após solicitação e, ao averiguar os quartos do motel, encontrou inúmeros papelotes de cocaína já utilizados, além de vestígios de cigarros de maconha.
Durante abordagem aos suspeitos, foram constatadas em aparelhos celulares usados pelos mesmos, diversas imagens de armas de fogo de grosso calibre, bem como exposição de drogas, balança de precisão e um áudio com conversa marcando encontros para execução de crimes. Após consulta no sistema de informações SSP, identificou-se que tratavam-se de: Alex Moreira de Jesus, de 31 anos, que de acordo com informações policiais possui mandado de prisão em aberto, além de responder a inquérito por homicídio em Mutuípe, inquérito por porte ilegal de arma de fogo em Mutuípe e inquérito por roubo em Salvador. 

Foi constatado também que Alex responde por roubos em Santo Antônio de Jesus, Varzedo e Maceió/AL. Gileanderson de Jesus Figueiredo, de 32 anos, é investigado por tráfico de entorpecente em Santo Antônio e arrombamento o caixa eletrônico. Márcio Francis Alves da Silva, 34 anos, responde, também em Santo Antônio, a inquérito por furto e porte ilegal de arma. O trio foi apresentado pela PM na sede da 9ª Coorpin de Jequié e nesta segunda-feira (30) já encaminhados para a 4ª Coorpin de Santo Antônio de Jesus, onde foram identificados como membros de uma quadrilha conhecida como ”Katyara”. Fonte: Blog Marcos Frahm.