quinta-feira, 24 de novembro de 2016

Recôncavo News

Sobe para nove o número de mortos após incêndio em farmácia no centro de Camaçari

Subiu para nove o número de mortos em uma explosão seguida de incêndio na tarde desta quarta-feira (23) em uma farmácia de Camaçari, na Região Metropolitana de Salvador. Segundo informações do Corpo de Bombeiros, a nona vítima foi localizada por volta das 5h desta quinta-feira (24) durante a remoção dos escombros. Apesar dos Bombeiros já terem vasculhado toda a área, só após a retirada total dos escombros de dentro da farmácia será finalizada a busca por vítimas. Entre os mortos está uma criança de 9 anos. Outras 14 pessoas ficaram feridas no acidente. O incêndio atingiu a loja da rede Pague Menos, na Avenida Getúlio Vargas. As chamas foram debeladas no final da tarde.

Os corpos das três primeiras vítimas fatais, carbonizados, foram as primeiras a serem retirados do local - o último às 19h10. À noite, outros três corpos foram localizados nos escombros, segundo o Major Lanusse Araújo, comandante do 10º Grupamento de Bombeiros Militares, que participou das buscas no local. Segundo Washington Luís, secretário de Saúde de Camaçari, das 14 vítimas que ficaram feridas, cinco estão em Unidades de Pronto Atendimento (UPA) da cidade. As outras nove foram para o Hospital Geral de Camaçari, sendo que quatro foram transferidas posteriormente para o Hospital Geral do Estado (HGE), em Salvador. O helicóptero do Graer, da Polícia Militar, ajudou, fazendo transporte de duas das vítimas em estado grave e as outras duas foram transferidas de ambulância.

Segundo informações do Corpo de Bombeiros, três equipes, entre combatentes e socorristas atenderam a ocorrência. Segundo a polícia, as chamas começaram por volta das 13h50. Coordenador da Defesa Civil de Camaçari, Maurício Bonfim afirmou que houve uma explosão e desabamento de uma laje. "O DPT deve analisar e o laudo pericial deve apurar o que realmente aconteceu", diz. Em nota, a Pague Menos informou que lamenta o incidente e que se solidariza com a dor das vítimas. A assessoria informou que a empresa está prestando assistência às famílias e que está trabalhando junto com as autoridades para investigar a causa do acidente. "A segurança dos nossos funcionários e clientes sempre foi e sempre será de extrema importância para nossa companhia", diz a nota. Fonte: Correio 24hs.