quinta-feira, 10 de novembro de 2016

Recôncavo News

Nasa dá dicas para fotografar a maior superlua dos últimos 70 anos

Para os apreciadores da astronomia, a próxima segunda-feira será especial. A Lua cheia estará na sua maior aproximação com a Terra desde 1948. E quem perder o fenômeno, só terá nova oportunidade em 2034. Pensando nisso, o fotógrafo Bill Ingalls, que já rodou o mundo registrando eventos para a Nasa, dá dicas para fotógrafos amadores aproveitarem o raro momento.
A primeira dica é conseguir referências. Fotografar apenas a superlua no céu não fornece informações visuais suficientes para diferenciá-la de uma Lua cheia qualquer, apenas com o zoom mais potente. A ideia é buscar marcos em Terra, que deem a sensação de lugar. Certamente eu já fiz isso, mas todo mundo terá essa foto — disse Ingalls, sobre a foto apenas com a Lua. — Em vez disso, pense em como tornar a imagem criativa. Isso significa conectá-la ao algum objeto em terra.
Para isso, o fotógrafo sempre se posiciona em ângulos que o permitam capturar monumentos na capital americana, Washington. E isso requer planejamento. Ele usa aplicativos como o Google Maps para encontrar o ângulo perfeito, para a hora exata. Outra dica é visitar o local escolhido um dia antes, conseguir permissões para o telhado de prédios ou viajar para áreas remotas para fugir da poluição luminosa. Fonte: Jornal O Globo.